Educação, Segurança

Nossas crianças e os crimes

Crianças eram recrutadas por traficante em Jundiaí

NOTÍCIA: http://www.pop.com.br/popnews/noticias/brasil/763156-Criancas-eram-recrutadas-por-traficante-em-Jundiai.html

Ladrão explode caixa eletrônico junto com filho de oito anos

NOTÍCIA: http://www.sbt.com.br/jornalismo/noticias/?c=19793&t=SP:+Ladrao+explode+caixa+eletronico+junto+com+filho+de+oito+anos

As crianças hoje em dia estão sendo recrutadas não  somente para trabalho escravo mas também para a vida bandida, isso porque a criminalidade cresce tanto que os vagabundos descobriram que podem usar as crianças que não são condenáveis. Usam crianças nos bondes para pequenos assaltos. Em Jundiaí uma quadrilha tinha muitas crianças de 10 anos pra fazer aviãozinho para o tráfico. Sim, aviãozinho, entrega de maconha e cocaína para os úsuarios, drogas on-delivery, pronta entrega. Essa quadrilha tiravam as crianças da escola e dava uma grana para as crianças. E esses trocados, não era um simples trocado. 100 reais por encomenda é de ajudar muita gente, além do mais os pais pobres dessas crianças carentes, qual delas iam querer estudar? Isso é quase uma bolsa-bandido (uma alusão ao bolsa-família). Até alguns pais incentivavam as pobres crianças a fazerem esse serviço.
Agora o mais emocionante. Parecia um roteiro de filme alucinante! Um homem de 30 anos porque levou o filho de 8 anos para acompanhar a explosão e arrombamento de um caixa eletrônico em Guaratinguetá. O pai-explosivo era funcionário de uma pedreira onde conseguiu as bananas que usou na explosão de quase um andar inteiro do prédio do banco. Mas a parte mais engraçada foi o depoimento dele dizendo que não tinha com quem deixar a criança e acabou tendo que o levar, e chorou. Mas, e a mãe? A mãe… Ela estava trabalhando num restaurante a noite e diz que não sabia de nada. Agora vamos ao roteiro mágico… O cara era um ladrão violento, mas era um pai muito bom, preocupado com a criança e o menino viu a explosão no banco e certamente nunca mais vai esquecer a cena do pai herói explodindo tudo e gritou: ae pai, que explosão sinistra, boooa que legal!
Assim progridem a segurança e a educação em nosso querido país.