Internacional, Política

Um furacão decidirá nosso futuro

Obama oferece apoio às vitimas de Sandy, enquanto Romney retoma campanha

FONTE: http://noticias.r7.com/internacional/obama+oferece+apoio+as+vitimas+de+sandy+enquanto+romney+retoma+campanha-31102012

Dia 6 de novembro ocorrerá a talvez mais importante eleição nos EUA. Que mudará não só a vida deles como a de todos nós. Se a vitória for para Romney daremos um passo para trás, voltaremos para o tempo do Bush e de gente como o senador Richard Mourdock que disse que se a mulher engravidar de um aborto é por vontade de Deus. Parece que o republicano deu um tiro no pé do seu partido.
Todos os problemas que acontecem no mundo como o Paquistão cheio de bombas atômicas, Irã com muitas armas nucleares, Israel querendo destruir os xiitas, a Síria em uma interminável guerra civil… isso tudo já influencia nas eleições estadunidenses. Mas para completar o caos, veio um tremendo furacão, o Sandy, que pode devastar muitas cidades e também decidir a eleição. Bem provável que Mitt Romney colocará a culpa nos democratas para atrair voto dos indecisos, enquanto Obama terá que aparecer nas ruas de Nova York salvando pessoas para convencer que é um bom homem.
Poucos sabem mas o governo Bush não se preocupava com os desastres naturais, pra ele era tão comum que não precisava de uma atenção especial. A Agência Federal de Desastres foi desqualificada e rebaixada e hoje já não serve mais para nada. E quando teve o desastre do Katrina o Bush fez vista grossa e quase não foi visitar os que sofreram com o poder da natureza. Agora Romney diz que passar o problema de desastres para os estados ou talvez até para iniciativa privada, uma terceirazação.
Agora será que o Sandy irá ajudar ou prejudicar os candidatos? Se Obama se esforçar nesses dias e mostrar bastante interesse em ajudar a população que precisa pode ser bom. Mas esses mesmos que precisam de ajuda (que pode chegar até a 6 milhões) talvez possam não ir votar no dia 6 por conta do desastre.
Nos EUA existem muitos fanáticos religiosos que colocam a culpa da catastrofe em Deus. Será que o medo vai despertar a vontade no novo ou o desejo de voltar atrás?
Essa eleição pode causar um novo desastre, que não só atingirá os EUA, mas atingirá o mundo todo.