Política, Religião

O mundo está entrando em colapso

Protestos contra filme anti-islã e charges deixam 17 mortos no Paquistão

FONTE: http://diversao.terra.com.br/noticias/0,,OI6171824-EI25,00-Protestos+contra+filme+antiisla+e+charges+deixam+mortos+no+Paquistao.html

 

É inacreditável ver metade do mundo indo além do imaginável, chegando a marte, descobrindo partículas elementares do átomo e outra metade ainda na idade média. Não acredito até agora no alvoroço contra os EUA por causa de um filminho, que um louco jogou na internet. Isso só serve para mostrar que estamos distantes de qualquer primavera, seja árabe  ou americana. Estamos cada vez mais num outono desgastado por causa da nossa infelicidade, na tentativa cada vez mais ridícula de impor a democracia em milhões de analfabetos que não tem nada a não ser a religião. A palavra Islã em árabe significa submissão. E essa é a realidade, para eles tudo é religião, mais de um bilhão de seguidores e são todos iguais, nenhum deles tem noção da essência que eles tem nesse mundo. As multidões agem em um só ritmo e não entendem um ato isolado. É extremamente confuso e incompreensível a obediência dos seguidores da religião islâmica. Não há dúvidas, só certezas. Não tem hesitação, só ação.  Destruir os cães infiéis (nós) utilizando a arma da fé. É assombroso como eles se acham no direito de atacar as torres, trens, hotéis, matar milhares de pessoas no ocidente e agora não suportam um filminho besta. Para eles todos nós somos culpados. É impossível pregar a democracia nesses lugares. A teocracia os dominam, vivem sobre as ordens de Deus e não tem medo da morte, e pior, a morte pra eles é como um prêmio, uma libertação.
E para piorar, além de estar longe do fim, esse caos pode piorar. Mitt Romney um verdadeiro fascista pode tomar conta do EUA e gerar um clima terrível entre o oriente e o ocidente. O povo americano já elegeu, duas vezes, aquele doente do Bush, não duvido que votem no republicano. É melhor nós olharmos bastante para o alto caso o Obama não seja reeleito. Se um filminho de youtube já fez isso, imagina uma bomba nas usinas nucleares do Irã.