Política

O poder legislativo não tem vergonha na cara

O poder judiciário e o executivo cresceram nesses últimos meses com a opinião pública. Já o legislativo tem sido o inimigo número 1 da população brasileira. Para todos é culpa deles a falta de progresso e de poucas mudanças no país.

Aliás, eles merecem o desprezo nacional sim! Ignoram completamente o interesse nacional e só pensam nos seus próprios interesses, suas paróquias e suas jogadas.

Grande parte dos congressistas tem processos administrativos ou processos em andamento no ministério público. Isso sem contar Henrique Alves e Renan Calheiros, presidentes da câmara e do senado respectivamente, que também tem processo na justiça e ainda sim foram eleitos. E o Renan tem sido alvo de manifestações de diversas formas. Existe uma petição com mais de 1 milhão e meio de assinaturas pedindo a sua renúncia. E a resposta que ele deu para isso foi muito sínica e babaca: Se eu fosse jovem ia aderir a essas manifestações também. Chega a ser espantoso.

O problema agora, é que existe uma mudança de atitude desses parlamentares quando existe alguma denúncia ou critica dos cidadãos. Chegou um ponto, que os escândalos são tantos, que tudo travou, congestionou. Não está tendo condições de apurar tudo. Não há como se punir direito por causa das diversas maneiras de se esquivar com imunidades, macetes e jogadinhas. Então nós chegamos ao nosso limite e simplesmente desistimos. O que é ótimo para aqueles picaretas.

Agora está vindo uma novidade. Assumiram a falta de vergonha na cara, e o exemplo vem dos dois presidentes. Cada vez mais chocam a opinião pública, nomeiam os piores nomes, ignoram denúncias e provas, mostram que não ligam para nós brasileiros. Os parlamentares condenados pelo STF estão felizes em suas cadeiras e o pastor Marco Feliciano, um sujeito racista e contra todos os direitos humanos, com falas gravadas até pedindo mais grana pra um fiel da igreja, que vive de dízimos. Isso já é o cúmulo! Gabriel Chalita é outro exemplo, foram encontradas provas muito difíceis de contestar sobre mal-feitos que fez em São Paulo. Mas ainda sim, foi escolhido presidente da comissão de educação da câmara. Tudo isso é sim a falta de vergonha declarada e assumida.

Os deputados e senadores estão contra-atacando nossas denúncias. A opinião pública deve responder a altura esses canalhas que são o principal obstaculo para o sucesso da nossa república!

http://oglobo.globo.com/pais/em-encontro-juventude-do-pmdb-sai-em-defesa-de-renan-calheiros-7714625