Trânsito

O inferno em São Paulo

Trânsito de São Paulo é medido com a ajuda de 2.500 agentes e tecnologia

Na manhã desta sexta-feira, foram registrados quase 70 quilômetros de congestionamento em São Paulo. Para que o cálculo do engarrafamento seja preciso, a CET conta com agentes e um supercomputador.

FONTE: http://g1.globo.com/jornal-hoje/noticia/2012/06/transito-de-sao-paulo-e-medido-com-ajuda-de-2500-agentes-e-tecnologia.html

Será que ninguém vai tomar uma providência? É como um terremoto ignorado, que ninguém enxergasse. É isso que tá acontecendo em São Paulo. Ninguém vê o óbvio. Uma hora a cidade vai parar! Ou melhor veem sim, só que com olhos burocráticos, preguiçosos, que vão tomar providências, estamos consultando técnicos em urbanismos, dizem os poderosos. Mas ninguém olha com olhos arregalados de terror. São Paulo é uma calamidade pública como uma tsunami e ninguém faz nada. Em poucos meses as cidades destruídas no Japão já estão de pé e aqui? Aqui, São Paulo tem que parar de ser visto como uma cidade. Esse pensamento pequeno de cidade não cabe na cidade mais importante do Brasil. Cidades só interessam politicamente para votos, prefeitura é coisa pequena, que cuida de coisa pequena, como, água, esgoto, chuva, transporte… Mas São Paulo não, São Paulo é um país! O pessoal do poder diz que vai melhorar, os otimistas da preguiça. Claro que não vai melhorar, vai piorar, é lógico. Mas agora já não é só uma questão de desconforto. Claro que tem muitos que ficam no carro, com ar condicionado, mas e a população que fica agarrada em ganchos do ônibus ou esmagada dentro dos metros. Os milionários compram helicópteros, já a classe média sofre, reclamam com aquele tom de desesperança que já não tem mais jeito. A verdade é que nem sabe o que fazer e a cidade virou o retrato mais trágico do país. São Paulo é o inverso da seca do nordeste, a doença do crescimento desorganizado. Só que essa morte anunciada pode prejudicar o país todo. Calcula-se que é cerca de 30 bilhões de reais jogado fora por ano no transito paulista. Se esses 30 bilhões fossem aplicados no problema haveria soluções. O que São Paulo precisa de todos nós é o sentimento da Urgência. São Paulo não é apenas um problema urbano, é um fato gravíssimo em termos ecológicos, como desmatamento. Houve algum político que disse que governar o Brasil é abrir estradas. O mesmo vale para São Paulo,  governar a cidade é resolver a calamidade do trânsito.